O intuito desse texto não é obrigar ninguém a deixar de ir no salão e sim para alertar. large2

Antes de tudo: não é por falta de dinheiro e sim por falta de paciência com certos profissionais que não se reciclam, não procuram aprender mais e param no tempo. Essa é a MINHA experiência com cabeleireiros que cobram caro e que infelizmente não sabem o que estão fazendo mas continuam oferecendo serviços.

Meu cabelo é preto e liso natural. Sempre foi compridão e nunca tive problemas com ele. Pintei de púrpura, vermelho, preto… e nunca deu nada ruim. Descolori em casa uma vez pra jogar o vermelho fogo e ficou maravilhoso. Até o dia que resolvi fazer californianas – o começo da zica.
Usei o kit da Loreal e ficou ruivo e NÃO quebrou nem nada, continuou bonito. Ok, sem problemas. Fui em uma cabeleireira boa por aqui em outubro do ano passado e pedi para consertar o tom. Resumo: tacou descolorante e deixou meu cabelo elástico. Isso que foi uma profissional, hein? Nem eu faria uma besteira tão grande! Ainda ouvi que teria de voltar lá – HAHAHA, sonha! – para fazer hidratação (em um cabelo elástico, hidratação???). Bem, não voltei e foi aí que conheci o Cronograma Capilar. Comprei vários produtos para consertar, mas não tive muita paciência e em abril desse ano, fiz um corte nos ombros com um cabeleireiro excelente. Sabe quando eu usei esse corte? Quando eu tinha 10 ANOS! Nunca mais tive cabelo curto depois disso! E 13 anos depois fui obrigada a cortar ou as pontas continuariam horríveis. Pqp…
Mas não aprendi a lição, porque nesse mês fui em outra cabeleireira para clarear o cabelo e ela deixou meu cabelo amarelo – que eu odeio – além de super danificado. Sério gente, como uma pessoa abre um salão e sai fazendo merda no cabelo dos outros? O pior é que você PAGA por isso, não é nada de graça… o mínimo que esperamos é um bom serviço. A pessoa geralmente cobra a mão de obra, porque nem usa tanto produto. Outros também usam produtos de baixa qualidade e falam na sua cara que é Kérastase ou outra marca conceituada. Nunca mais! Vai roubar de outra trouxa que essa não cai mais, rs.
CLARO que existem profissionais ótimos e honestos, mas esses têm suas agendas lotadas e cobram caríssimo – de 300 para cima, na maioria das vezes. Poucos são os que cobram um preço mais “amigo” e fazem um bom trabalho. E como dizem, “os inocentes pagam pelos pecadores” não volto em salão para colorir/descolorir NUNCA MAIS. Só se eu confiar muito no trabalho da pessoa e tiver a grana preta para desembolsar.
E na boa, a internet possibilita muitas coisas. Eu particularmente aprendi muito pesquisando, testando, acertando e errando. Se der errado, pelo menos fui eu que fiz e a culpa é só minha. Com bons produtos e bom senso, você consegue tratar e colorir seu cabelo em casa. Com o dinheiro que gastei, já teria comprado Blond Me 9+ de pote e reconstrutor da Joico! Continuo com minhas receitas caseiras que salvam bem mais que esses tratamentos caríssimos que alguns cabeleireiros cismam em enfiar goela baixo das clientes.
E aí, você também teve uma experiência ruim com salão?

Anúncios